Ultimate formulae

As pessoas acordam, tomam o café da manhã, se preparam para o dia. Algumas seguem para escola, outras para o trabalho e poucas permanecem em casa imersas em outras tarefas. Enquanto essa rotina se repete, existem outras pessoas vivendo em outra realidade. No entanto, a maioria dessas pessoas têm algo em comum: elas não questionam do que o universo e feito. Afinal, no que essa informação iria mudar suas vidas, correto?

Enquanto tomamos nosso latte, escrevemos blogs, postamos fotos no Instagram, todo um conjunto de forças interage tornando nosso mundo viável. Para ser exata, quatro forças (conhecidas até o momento) mantém o universo funcionando: a gravidade, o eletromagnetismo, a força nuclear forte e a força nuclear fraca. Nossa ignorância sobre essas forças não impede que todos os dias, a cada momento, sejamos ‘possíveis’.

Essa aceitação passiva de nossa existência como um direito ou milagre sempre fascinou a mente daqueles que não aceitam respostas simplistas para importantes questões.

“Never memorize something that you can look up. (Nunca memorize algo que você pode pesquisar).”

― Albert Einstein

Tudo começou, ou continuou, entre 624 BCE e 546 BCE quando um habitante de Miletus, uma cidade localizada na atual Turquia, mostrou-se curioso sobre a constituição dos materiais e seres vivos. Rejeitando usar os deuses como explicação para suas indagações, Thales, hoje considerado como o primeiro filosofo e pai da filosofia ocidental, concluiu que o universo era feito de pequenas partículas. Desde então, alquimistas, matemáticos, filósofos, artistas, e finalmente cientistas procuram aquela que seria a explicação definitiva sobre a origem do universo.

A aventura da busca nos levou a descobrir a relação real entre o sol, a terra e o sistema solar. Abriu portar para Newton e a forca da gravidade. A mente humana ávida por entender, começava a repensar a ideia de deus como explicação para a existência do universo. Paul Dirac, cientista e matemático, Professor da Universidade Cambridge na Inglaterra, não compreendia a razão que levava cientistas a discutirem religião. Devemos admitir que religião é um conjunto confuso de afirmações falsas sem base na realidade. Deus é apenas um produto a imaginação humana. No entanto, é fácil entender a razão que levou seres primitivos, muito mais expostos aos poderes da natureza do que somos hoje, tenham dado personalidade a essas forças empurrados pelo medo e temor. Atualmente, muitos dos processos naturais foram compreendidos, não precisamos mais temer ou nos esconder atrás de tais fantasias. A existência de um Ser Todo Poderosos não nos ajuda em nada. Na verdade, a existência de Deus nos conduz a improdutivas questões como: ‘Por que Deus permite tanta miséria e injustiça?’ Qual razão teria Deus para permitir a exploração do pobre pelo rico?’. Na verdade, a religião continua a ser ensinada e disseminada apenas porque queremos manter as classes ‘inferiores’ em silencio. Pessoas sem voz são muito mais fáceis de governar que aquelas com voz e conhecimento, são também muito mais fáceis de explorar. Religião é um tipo de opio que permite que uma nação mergulhe em sonhos and esqueça as injustiças perpetradas contra as pessoas, tornando mais forte e próxima a aliança entre duas forcas políticas: o Estado e a Igreja. Ambos necessitam a ilusória ideia de que Deus recompensa – no céu se não na terra – todos que não se levantarem contra injustiça cumprindo com suas obrigações silenciosamente e sem reclamações, esses herdarão o reino dos céus. Essa e a razão que levou a honesta afirmação de que Deus é um mero produto da imaginação humana é considerado como um dos piores pecados (heresia).

O mundo gira em seu eixo e ao redor do sol. O planeta está sendo dizimado pela ganância de governos e empresas. Todos as conquistas do último século relativa à medicina, ciência, economia, está sendo desprezada e substituída por ‘fé’. Mentiras surfam diante de nossos olhos dia e noite, parecemos embriagados, presos em uma falsa realidade que não se sustentaria diante dos fatos. No entanto, fatos agora são pecados e enquanto o mundo afunda numa crise climática, ‘homens fortes’ negam, mentem, disfarçam e se apoia nos medos inerentes a nossa condição animal para nos manipular, negando dia após dia nosso direito a um ar limpo, alimento, paz e segurança.

Ninguém percebe que os ricos, poderosos estão investindo pesadamente na conquista do espaço, particularmente de Marte. Fala-se inclusive in Terraformar Marte, transformando-o em uma nova Terra. Mas quem poderá fugir quando negar a crise climática não puder mais ser mantida? O que acontecera quando bilhões de pessoas sofrem fome, sede, doenças e começaram a migrar? Que deus vira salvar essas pessoas? Nenhum, pois deus como fantasia não tem poder algum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s